Pensamento e crença.

Quando os pensamentos estão bastante influenciados pelo pensamento coletivo, ou seja, pela opinião da coletividade, a pessoa acaba tomando uma consciência do todo e de si mesma por esse mesmo julgamento, a opinião do todo. Então, se ela aprendeu na sua infância que  só terá valor se for a melhor em tudo o que fizer, essa pessoa certamente irá se decepcionar com qualquer fracasso. Se quando ela ia bem na escola ganhava presentes e quando ia mal era castigada, poderá, na idade adulta, ser o tipo de pessoa que não admite perder em nada e, se fracassar, poderá se tornar alguém depressivo porque seu ego lhe diz que o fracasso nunca será aceito por ninguém. Todas essas coisas foram aprendidas na infância e se tornaram suas crenças!

Se alguém cresce em um ambiente em que as pessoas costumam criticar as outras, ela formará opiniões de si mesma baseadas nestas críticas, que se tornam crenças. Os pensamentos sempre a guiarão de acordo com o que for o comum, portanto, se o comum for dizer que pessoas que mudam de emprego com frequência são fracassadas ou irresponsáveis, ela terá esta opinião sobre os outros e sobre si mesma, caso isso venha a acontecer com ela, pois este tipo de pensamento projetará  a sua realidade de vida. A menos que desperte, ela sempre projetará ideias de fracasso cada vez que iniciar em um emprego novo ou em um novo relacionamento, isso porque seus pensamento estarão sempre voltados para o lado ruim das coisas e das pessoas.

Quando a pessoa acredita que o mundo é ruim, que as pessoas não prestam, seja na sociedade ou em um relacionamento, ela acaba atraindo  para si estas experiências através da energia deste pensamento – semelhante atrai semelhante – .

Você já ouviu alguém dizer:

“Nossa, isso sempre acontece comigo!” Ou “Parece que eu atraio gente assim!”

Pois é, sua crença nesta situação é tão grande que seus pensamentos já lhe dizem:

“Olha, você vai entrar neste emprego, mas lembre-se de que ninguém presta e logo vão te sacanear”. E você só fica esperando a hora  que isso aconteça. Então, o jeito é perceber a qualidade de seus pensamentos. Eles são repetitivos? Cada vez que você inicia algo novo, você está indo de coração puro e mente aberta ou está levando com você um monte de lixo das experiências passadas? Aquilo que te falaram ou o que a sociedade taxa é realmente a sua verdade? Seus pensamentos são realmente seus? Pense nisso!

Um beijo,

Namastê!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s